Contabilidade para psicólogos: Entenda mais sobre tributação!

Contabilidade para psicólogos: Entenda mais sobre tributação!

A contabilidade para psicólogos é fundamental para quem deseja abrir sua empresa e ter ganhos maiores ao longo do tempo. Embora exista a possibilidade de atuar como autônomo, ter um CNPJ é o mais indicado.

Isso porque a tributação para pessoas físicas pode chegar até 27,5% a mais do que o cobrado para negócios regularizados.

Portanto, se você deseja saber sobre a tributação para psicólogos, continue lendo este artigo que preparamos para você.

 

Pensando na contabilidade para psicólogos, é melhor trabalhar como autônomo ou abrir uma empresa?

Símbolo psicologia

Ao trabalhar como profissional liberal ou autônomo, você deve recolher seus impostos por meio do carnê-leão. Ele é um tipo de tributação obrigatória do Imposto de Renda para quem recebe rendimentos de pessoas físicas e pode chegar até 27,5%.

Do mesmo modo, será preciso ter um livro-caixa ou apresentar recibos a fim de comprovar o faturamento e os gastos da sua clínica de psicologia à Receita Federal.

Na tributação de empresas, o percentual pode ser a partir de 16,33% no Lucro Presumido e 16,93% no Simples Nacional.

Ou seja, você pode pagar menos impostos e ainda ter acesso a diversos benefícios, como facilidade de crédito, mais profissionalismo, entre outros.

 

Como funciona a tributação da contabilidade para psicólogos?Mãos segurando moedas

O psicólogo que atua como pessoa física, precisa pagar:

  • Imposto Sobre Serviço (ISS), que é uma taxa fixa cobrada pelo município mensalmente;
  • Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que também é mensal e gira em torno de 20%;
  • IRPF, que pode chegar em até 27,5% do faturamento;

A tributação chega a quase 50% mesmo sem contar o ISS.

Já os tributos de pessoa jurídica vai depender do regime que a empresa está enquadrada. No Simples Nacional, por exemplo, é necessário pagar:

  • Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ), que é entorno de 0,84% para prestadores de serviço;
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) – 0,79%;
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) – 2,42%;
  • Programa de Integração Social (PIS) e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) – 0,57%;
  • ISS – 2% a 4,65% quando o faturamento chega a R$ 1,8 milhão;
  • Contribuição Previdenciária Patronal (CPP) – entre 4% a 7,83% .

Nesse caso, a tributação não ultrapassa 17,5%.

 

Psicólogo pode ser MEI?

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma categoria empresarial criada em 2009 para regularizar a situação de profissionais autônomos. No entanto, ela não abrange atividades intelectuais, como a exercida por médicos, psicólogos, dentistas, engenheiros, entre outros.

Por outro lado, o faturamento máximo é de até R$ 81.000 por ano, ou seja, R$ 6.750,00. Dessa forma, o MEI exclui qualquer profissional que visa ter um faturamento maior que o previsto.

 

Psicologo consultando pacienteQuais as vantagens de atuar como psicólogo empreendedor?

O psicólogo com CNPJ tem acesso a diversos benefícios, principalmente relacionados à aquisição de clientes e expansão dos seus negócios. Assim, os principais são:

  • Credibilidade Profissional;
  • Facilidade de Crédito;
  • Economia Tributária.

Credibilidade profissional

Em primeiro lugar, abrir uma empresa faz com que o psicólogo passe mais confiança não só para os clientes, mas também para outros profissionais e fornecedores.

Atualmente, mais de 32 milhões de brasileiros declaram o Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) todos os anos. Logo, é comum que as pessoas solicitem notas fiscais quando compram algo ou contratam um serviço. E em um consultório psicológico isso não é diferente. Portanto, o profissional que emite documentos pode ter mais clientes do que aquele que não é regularizado. Além disso, o psicólogo consegue negociar e até parcelar a compra de equipamentos e móveis para o seu escritório quando ele tem um CNPJ válido.

 

Facilidade de crédito

Essa é outra vantagem para o psicólogo que atua como empreendedor. As instituições bancárias oferecem linhas de créditos especiais para as empresas.

Sendo assim, fica mais fácil para o profissional fazer um empréstimo para ampliar os negócios e aumentar o capital de giro. Afinal, nesses casos as taxas de juros são mais atrativas.

Economia tributária

Por fim, ao abrir uma empresa, o profissional pode reduzir quase pela metade o percentual de impostos pagos à Receita Federal. Isso porque ele pode optar pelo regime tributário que lhe é mais favorável.

Além de receber uma série de benefícios, a alíquota de impostos geralmente é menor.

No entanto, para isso é fundamental contar com um serviço de contabilidade para psicólogos. Afinal, o contador consegue analisar as características do negócio e realizar um planejamento tributário adequado.

 

Mão segurando lâmpadaDiferença da contabilidade para psicólogos pessoa física x pessoa jurídica

A diferença maior está nos impostos pagos à Receita Federal. Se você atua de forma autônoma, é obrigado a pagar o ISS, INSS e o IRPF.

Por outro lado, se você tiver CNPJ, deve recolher IRPJ, CSLL, Cofins, PIS/PASEP, ISS e CPP. Embora sejam muitos, o percentual desses impostos geralmente são baixos.

Contudo, o ideal é contar com a análise da contabilidade para psicólogos. Ela consegue analisar todas as variáveis e te indicar não só a melhor forma de atuação, como também o formato jurídico e o regime.

 

Por que preciso de uma contabilidade especializada?

Uma contabilidade para psicólogos fornece todo o suporte necessário para que você abra a sua empresa da forma correta e cumpra com as obrigações principais ou acessórias no âmbito tributário.

Esse tipo de assessoria é responsável não só pela parte burocrática, mas também por elaborar balanços, analisar investimentos, entre outros. Assim, permite que você foque em desenvolver suas atividades e conquistar novos clientes, sem precisar se preocupar em entender planilhas, por exemplo.

Além disso, a expertise e conhecimento dos contadores ajudam no gerenciamento da organização e na tomada de decisões.

 

Mulher feliz com as mãos para cimaComo o psicólogo pode pagar menos impostos de forma legal?

Enquanto psicólogo, você pode diminuir os impostos fazendo uma Elisão Fiscal, ou seja, elaborar um conjunto de ações e estratégias para diminuir a carga tributária. Para isso é fundamental fazer uma análise tributária.

Portanto, liste o seu faturamento mensal, despesas, custos e tributação. Essa atividade fornecerá uma visão clara de suas finanças e evitará que impostos sejam pagos erroneamente.

Por meio da contabilidade para psicólogos, é possível ainda realizar um planejamento tributário e encontrar a melhor opção. Nem sempre o Simples Nacional é o mais vantajoso para o seu negócio, pois isso depende de uma série de fatores, inclusive do faturamento.

Desse modo, para pagar menos impostos é fundamental optar pelo regime que lhe seja mais favorável.

 

Vale a pena contar com uma contabilidade para psicólogos?

Com exceção do MEI, todas as empresas precisam de um contador para responder por suas finanças perante o FISCO. Ou seja, o balanço e os livros contábeis precisam ser assinados por um profissional regulamentado pelo Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

Da mesma forma, uma assessoria contábil é essencial para o crescimento dos negócios. Essa área é responsável não só pelas obrigações tributárias, mas ainda por fornecer dados relevantes para a tomada de decisões.

Nesse sentido, a contabilidade para psicólogo fornece dados para que o empreendedor possa analisar melhor suas finanças e saber qual o momento de investir na expansão do escritório ou contratar um novo colaborador, por exemplo.

Agora, se você já atua como pessoa física, mas quer regularizar o seu negócio, entre em contato com a Attualize Contábil e fale com um de nossos profissionais.

5 1 vote
Article Rating
Anne Monteiro
[email protected]
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x